Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

A precisão da meteorologia

30.11.18 | Maria Flor | ver comentários (5)
Um destes dias fiquei deveras impressionada com a precisão da meteorologia, no dia anterior tinha ido verificar no "tempo" qual seria o estado do tempo que iríamos ter no dia a seguir em determinada zona do país, "eles" diziam que ia chover às dez horas da manhã. No (...)

Amizade perdida no tempo

12.10.16 | Maria Flor | ver comentários (9)
Memórias que prevalecem no tempo, são aquelas que de algum modo nos marcam, seja pelo positivo, seja pelo negativo. Poderá uma amizade perdida no tempo ser retomada muitos anos depois? É evidente que sim, agora com mais maturidade e mais responsabilidade! Aprender a (...)

Vamos apagar mensagens do telemóvel

03.05.16 | Maria Flor | ver comentários (4)
O sitio mais indicado para começar a apagar mensagens do telemóvel é precisamente quando estou sentada numa cadeira de plástico, agrupada a outras cadeiras iguais, todas suportadas pelo mesmo suporte de metal, pode ser de cor laranja, branca ou azul conforme o sítio (...)

Amizade

30.07.15 | Maria Flor | ver comentários (2)
Amizade não é uma coisa que se compre ou que se adquira de um momento para o outro, uma verdadeira amizade constrói-se com tempo e convivência, é um sentimento mútuo e lindo, faz delas, pessoas melhores e mais felizes. Há amizades que se desvanecem com o tempo, (...)

O tempo é precioso

21.04.15 | Maria Flor | comentar
Acordas todos os dias com uma lista de coisas que pretendes fazer, no entanto nunca consegues realizar aquilo que planeaste. As horas esvaem-se entre os dedos e quando dás por isso ainda não fizeste metade daquilo que querias, olhas o relógio vezes sem conta, controlas o (...)

O tempo de cada um

28.10.13 | Maria Flor | comentar
O que é realmente o meu tempo? aquele que dedico a mim? aquele que dedico aos outros? aquele que uso para fazer as coisas que gosto e me dão prazer? ou todo o (...)

O outono chegou

12.10.13 | Maria Flor | ver comentários (2)
O tempo esteve quente, as matas arderam, as pessoas foram de férias, foram á praia, ao campo, visitaram museus, mumomentos, aquários, feiras e festas, passaram tardes inteiras nas esplanandas, comeram gelados e pateis de nata, dormiram de dia e dançaram à noite .... (...)