Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Da Praia do Abano à Peninha

20220206_095552.jpg

Caminhar pelos campos ou pelas falésias é algo reconfortante, dá fadiga ao corpo e leveza à alma. Desta vez a escolha recaiu sobre a trilha a iniciar na Praia do Abano e subir, sempre a subir até à Peninha. Pelo caminho desfruta-se de paisagens maravilhosas até onde a vista alcança. lá em cima bem no alto está a Peninha, além a praia do Guincho, a vila de Cascais, a cidade de Lisboa e a ponte sobre o Tejo, para o outro lado é o cabo da Roca e mais longe a Ericeira, as vistas são deslumbrantes.

Os caminhos estão secos, a vegetação não está tão verde nem tão alta como seria de esperar nesta altura do ano, pedras soltam-se debaixo dos nossos pés e o pó inunda os nossos sapatos, as mimosas floridas de um lindo tom amarelo exalam o seu perfume e embelezam a paisagem numa extensa área florestal, olhando em frente tudo o que vemos de cor amarela no meio do verde da floresta, é a mimosa, não obstante a sua beleza delicada que inunda os nossos olhos, esta árvore  é ao mesmo tempo tão infestante que se tornou numa grande praga na serra de Sintra, elas crescem por todo o lado impedindo as outras espécies de se desenvolverem.

A vegetação é baixa e consegue-se ver outros caminhantes pelos vários caminhos e trilhos, o céu está azul e o sol aquece neste Inverno quente e seco. No meio do nada aparece um lírio roxo, prenúncio de uma estação primaveril antecipada. Junto à praia do Abano mesmo na arriba situa-se um restaurante que olhando por fora tem ar de abandono, mas quando entras encontras uma sala bonita, linda e acolhedora.

A praia é uma pequena baía com muitos calhaus antes de chegar ao areal, o acesso é feito por uma escadaria entre rochas a sul e mais a norte por caminhos pouco definidos, mesmo ao centro da praia está um enorme rochedo preto e crianças brincavam em seu redor. O acesso a esta praia é feito por uma estrada de terra batida, estreita em alguns lugares, nesta altura do ano está com imensos buracos e muito pó, tivemos que circular muito devagar e com as janelas fechadas, no entanto o transito para lá é muito!

20220206_104824.jpg

 

 

20220206_140428.jpg

 

20220206_152012.jpg

 

Palácio de Monserrate Sintra

Maria Flor levantou-se cedo, tinha planos bonitos para aquele domingo que se apresentava soalheiro, tinha visto a metereologia no dia anterior e sabia que o tempo ia estar bom mesmo sendo ainda inverno.

Preparou-se desportivamente, calças de ganga clara, uma blusa tipo camiseiro, um blusão de ganga leve, tênis, uma lancheira com umas sandes e alguma fruta para o almoço e uma garrafa de água.

Assim preparada pegou no carro e dirigiu-se ao local que havia combinado com a sua amiga, ambas seguiram então até Sintra, tinham decidido passar o dia juntas, pôr conversa em dia e passear num belo parque situado no sopé da serra de Sintra, foram visitar o palácio de Monserrate e os jardins.

Um grupo grande de jovens estrangeiros também se passeavam por ali, fazendo fotos e videos aqui e ali, penso até que as duas amigas ficaram num video deles, porque quando se aperceberam que estavam a filmar já eles estava a acabar e elas estavam mesmo atrás deles.

Desceram o caminho que as levou até ficarem de frente com o palácio, belo e imponente destacava-se no meio da folhagem verde de árvores seculares e o azul do céu, ficaram maravilhadas com o que viam, embora já conhcessem o palácio em fotos e na internet, ao vivo é sempre uma sensação mais completa, mais presente e real.

DSC07678.JPG

 

 DSC07683.JPG Entraram no átrio central onde deparam de imediato com uma bela fonte de alabastro, uma estátua e a copúla de um  efeito cenográfico maravilhoso. Daquela perspetiva olhando para a esquerda e para a direita exibia-se o corredor central, suportado em colunas de mármore rosa e em arcos rendilhados feitos em estuque relevado, oferecendo um espectáculo magnifíco.

DSC07686.JPG

 

DSC07699.JPG

 

DSC07706.JPG

 O encanto do exterior, envolvido por jardins maravilhosos, verdes de cortar a respiração, tendo como música de fundo o som das quedas de água das magnificas cascatas que existem no parque. Árvores seculares exibindo troncos que parecem esculturas, cameleiras repletas de botões que se erguem em direção aos céus, lagos simplesmente romãnticos.....

DSC07734.JPG

 Sintra é uma vila cheia de encanto, mistério e romantismo.... vila de reis e gente burguesa.... hoje altamente turística, circulando pela zona histórica de Sintra, por vezes temos a sensação de estar num país estrangeiro por se ver mais estrangeiros que portugueses.

 

No final do nosso passeio fomos tomar um café à famosa pastelaria "Piriquita" e saborear ainda quentes os famosos travesseiros de Sintra, sendo este o seu doce tradicional!

 

Quando forem a Sintra, não deixem de visitar!

Os travesseiros de Sintra

Sintra, uma vila encantadora, cheia de cantos e recantos, escadas e mais escadas, verde a perder de vista, palácios e castelos, tudo a fazer lembrar o tempo de reis e rainhas. Sintra é romantica e linda de morrer, cara também. Os travesseiros de Sintra são uma delicia e com eles começou um dia maravilhoso na vila mais romantica de Portugal! Sintra é cheia de mistério, magia, encanto e segredos...

castelo_sintra.jpg