Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Regresso

Olá pessoal, depois de umas férias no blogue estou de regresso para publicar, ler e comentar o que por aqui se vai desenrolando. Confesso que já estou com saudades desta plataforma e das vossa publicações.

Setembro!!!!! Oh!!! Setembro o meu mês preferido, o mês em que já não está tanto calor, que já não há tanta confusão nas ruas, nas compras e nas estradas, os dias ainda são ligeiramente grandes e o mar está ali ao pé para ser admirado e contemplado. As festas ainda continuam por essas aldeias e vilas de Portrugal e as noites e as esplanadas ainda convidam a sair mesmo com casaquinho.

Tudo recomeça, as aulas vão começar, o vai e vem de ir levar e buscar as crianças à escola está prestes a começar..... o frenezim das férias do ócio e das noites nas ruas está nos últimos cartuchos!!!!!

Viva o regresso das rotinas!

20161208_172303.jpg

 

Peças que são, mas não são lixo

Setembro é o mês das reformas e dos recomeços, reformas de rotinas, de hábitos e também o mês em que queremos mudar o espaço em que vivemos, por isso por vezes deitamos coisas fora, coisas que estão boas mas estão a mais nas nossas casas. Coisas que não sendo lixo são colocadas ao lado dos contentores do lixo.

 

Numa das minhas caminhadas passei por um ponto de recolha de lixo e deparei com uma belíssima mesa de apoio que apenas tinha uns arranhões, uma peça quase rara que já não se encontra com facilidade (um pouco de verniz ou tinta  e tenho uma peça nova que fica mesmo bem naquele sítio) assim pensei. É só o tempo de chegar a casa ir buscar o carro para a levar. Há peças antigas que ficam uma verdadeira maravilha depois  de bem restauradas.

 

Pois bem, esse foi o tempo em que alguém passou a seguir a mim, teve a mesma ideia que eu e a levou na hora, porque quando lá cheguei com o carro apenas vi o sítio onde ela estava.

tratar-a-madeira.jpg

 O que aprendi com isto:

que, quando queres mesmo uma coisa não podes deixar para depois, tens que agir na hora. Em todas as situações na vida um segundo pode fazer toda a diferença! Este é apenas um pequeno exemplo!