Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Poesia, deixa o mundo girar

Não é preciso dizer mais nada, este poema que escolhi para comemorar o dia mundial da poesia diz tudo...

 

Quantas vezes vais olhar para trás

Estás preso a um passado que pesou

Quantas vezes vais ser tu capaz

Fazer sair quem por engano entrou

 

Abre a tua porta, não tenhas medo

Tens um mundo inteiro à espera para entrar

De sorriso no rosto talvez o segredo

Alguém que te quer falar

 

Olha em frente e diz-me aquilo que vês

Reflexos de quem conheces bem

Ouve essa voz é a tua voz

Dá-lhe atenção e a razão que tem

 

Abre a tua porta, não tenhas medo

Tens um mundo inteiro à espera para entrar

De sorriso no rosto talvez o segredo

Alguém que te quer falar

 

Deixa o mundo girar para o lado que quer

Não o podes parar nem tens nada a perder

Estás de passagem

Não o leves a mal se te manda avançar

Talvez seja um sinal que não podes parar

Estás de passagem

 

Vai aonde queres

Sê quem tu quiseres

Estende a tua mão

A quem vier por bem

 

Abre a tua porta, não tenhas medo

Tens um mundo inteiro à espera para entrar

De sorriso no rosto talvez o segredo

Alguém que te quer falar

 

Deixa o mundo girar para o lado que quer

Não o podes parar nem tens nada a perder

Estás de passagem

Não o leves a mal se te manda avançar

Talvez seja um sinal que não podes parar

Estás de passagem

 

Deixa o mundo girar para o lado que quer

Não o podes parar nem tens nada a perder

Estás de passagem

Não o leves a mal se te manda avançar

Talvez seja um sinal que não o podes parar

Estás de passagem, só de passagem, estou de passagem

Para outro lugar

 

Pólo Norte