Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Ninho vazio, porquê?

ninho

20170620_100429.jpg

 Com amor, muito carinho e muita perícia também, eles construiram o ninho, as palhas foram cuidadosamente colocadas para receber os ovos daqueles que viriam a ser os filhotes, mas por que razão o ninho está vazio? Porque razão o ninho não tem vestígios de nova família? Que terá acontecido?

Viva, elas já estão a nascer

Esta manhã quando descia as escadas, dei por mim a olhar para umas coisinhas brancas caídas nas escadas, muito pequenas em forma oval às metades, olhei um pouco mais e, "olá" as andorinhas novas estão a nascer. As casquinhas dos ovos estão cá em baixo caídas, as andorinhas bebés estão lá em cima. Agora não é preciso esperar muito para que as mamãs começem a sujar a escada toda, todos os dias enquanto alimentam os filhotes.

 

Todos os anos elas vêem na primavera, fazem a criação e vão embora, todos os anos elas sujam muito as minhas escadas, todos os anos eu limpo o que elas sujam e sempre reclamo.

andorinhas do meu beiral.jpg

 Já me têem dito "desmancha os ninhos", nem sequer quero ouvir dizer isso, coisa que jamais fazia era desmanchar os ninhos. Estou muito agradecida às andorinhas por terem escolhido os meus beirais para procriar, se há coisa que me apaixona é vê-las voar em volta da casa, é vê-las trazer comida para os filhotes, é ver as pequeninas a aprender a voar, como as crianças pequeninas quando dão os primeiros passos, mesmo que me sujem as escadas todos os dias e eu as tenha que lavar todos os dias, mesmo assim eu amo as andorinhas!

As andorinhas

Todos os anos essas doces criaturas voltam aos meus beirais, numa azáfama constante elas transportam lama e palha para construir/ reconstruir os seus ninhos, estes são feitos com tal habilidade que perduram nos anos. Nesses pequenos ninhos põem entre quatro e cinco ovos de cada vez e levam cerca de 25 dias até nascerem as novas andorinhas. Quando o tempo arrefece elas desaparecem, voam quilómetros até chegarem a outras paragens mais quentes.
Tanto o macho como a fêmea cuidam dos ovos até os filhotes nascerem e os dois os alimentam, é nessa altura que sujam tudo com os seus dejetos. Eu não me importo, adoro vê-las a esvoaçar e, empoleiradas à entrada dos ninhos,  alimentar os seus rebentos!

andorinhas.jpg

(Imagem tirada da net)