Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Fátima - 13 de Outubro, o Milagre do sol

Ir a Fátima é sempre um motivo Fé e de emoções. O Santuário de Fátima é por si só um local de tranquilidade  e de luz! 

Milagre do Sol foi um acontecimento testemunhado por cerca de 70 mil pessoas no dia 13 de Outubro de 1917 no terreno da Cova da Iria, perto de Fátima, em Portugal. As estimativas do tamanho da multidão variam de "trinta a quarenta mil" por Avelino de Almeida, escrevendo para o jornal português O Séculoa cem mil, segundo estimativa de José de Almeida Garrett, professor de ciências naturais na Universidade de Coimbra; ambos presenciaram o referido acontecimento.

O evento foi oficialmente aceite como um milagre pela Igreja Católica em 13 de Outubro de 1930. Em 13 de Outubro de 1951, o cardeal Tedeschini afirma que, em 30 de Outubro, 31 de Outubro e 1 de Novembro e 8 de Novembro, o Papa Pio XII presenciou um milagre semelhante nos jardins do Vaticano.

Os três pastorinhos de Fátima haviam relatado que na aparição de 13 de Maio a Virgem Maria tinha-lhes prometido um milagre para o dia 13 de Outubro, na Cova da Iria, "de modo que todos pudessem acreditar" nas Suas aparições. Fonte aqui.

(imagem recente da minha autoria)

Desafio passa-palavra-Amarelo, a cor da Luz

Por vezes me perguntam qual é a minha cor preferida! isso leva-me a meditar um pouco sobre as cores, porque gosto de todas as cores cada qual no seu contexto; um mar de um azul profundo, tão profundo que enternece a alma; uma campo de trigo em crescimento tão verde que eleva a esperança desvanecida; as florinhas roxas das ervas selvagens que crescem desalinhadas em qualquer beira da estrada... e os vermelhos, laranjas e amarelos que se misturam num belíssimo raiar ou pôr do sol, que nos deslumbram em cada começo ou final  do dia e nos lembram de dar graças por nos permitir usufruir do dom da Vida!

Luz.JPG

As cores dão sentido à vida, mas o amarelo é a cor da Luz, do sol, da lua e da mantinha que fizeste para aquecer o teu bebé quando ainda só o sentias mas não o conhecias, por isso, escolheste o amarelo por ser uma cor tão suave como suave seria o teu bebé!

 

A leitura da luz

Enquanto esperava pela minha vez, ia ouvindo dstraidamente a conversa que se desenrolava com duas pessoas lá atrás, uma mulher e um homem. Dizia a mulher - hoje só vou chegar a casa lá para  a noite, ontem a esta hora já estava quase despachada daqui. É que, tenho que apanhar a camioneta para a feira onde está o meu marido, depois, petisco ali qualquer coisa e tenho que apanhar outra camioneta para ir a outro sitio levar a leitura da luz, ando a pagar luz que ainda não consumi, sabe, esta coisa das estimativas é uma treta, andamos a pagar aquilo que ainda não gastamos. 

 

Dizia então o homem - eu já há muito tempo que me habituei a dar a leitura pelo telefone, assim, pago só aquilo que gasto e não me chateio mais, dantes também me acontecia isso e nunca sabia o que gastava. É que, isto das estimativas é mesmo muito chato e termos que dar a leitura é chato também, ao fim e ao cabo estamos a fazer o trabalho deles, já pagamos todas aquelas taxas que eles nos impôem e mesmo assim, ainda temos que fazer o trabalho que lhes compete como por exemplo,  fazer e enviar a contagem da luz para eles.

contador.jpg

 

 Isto acontece com a luz mas o mesmo acontece com a água, pelo menos no meu concelho. No verão, então é deveras aborrecido principalmente para quem tem quintais, pequenas hortas ou piscinas e não tem furo, ou seja, quem tem estas coisas e precisa da água da companhia para poder usufruir delas. Se uma pessoa se distrai com as torneiras e não dá as leituras mensalmente, quando eles vem fazer a contagem que é de quatro em quatro meses, é de ficar tonto e cair para o lado com a conta que aparece. O verão está aí a chegar, nada de esquecer de enviar as leituras.