Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Desafio de escrita dos pássaros#Cantas bem, mas não m’encantas!

Lembras-te amor, daqueles dias soalheiros que passávamos debaixo das palmeiras, sussurrando palavras doces e jurando amor eterno? tinhas um jeito especial para cantar e sussurravas aos meus ouvidos melodias de encantar;  no meu traço de menina, enternecida pelo teu jeito carinhoso, embebida no teu canto misturado com o canto das aves mais o sussurro da folhagem das árvores e o farfalhar da água correndo no riacho.... lembras-te amor dos momentos que vivemos dentro daquele cenário natural e inebriante que era só nosso, onde tu cantavas para mim e tornavas a cantar e eu cheia de amor por ti dizia-te a brincar; "cantas bem, mas não m'encantas", olhavas para mim e perguntavas; não gostas? e eu respondo; ADORO, e juntos rolávamos na erva que crescia, éramos jovens e tão felizes!

palmeira.jpg

 

A cor da felicidade

Como são belos os dias,

em que, jovens e apaixonados

caminham na estrada da vida,

como são pequenas as noites

onde entrelaçados se amam,

e juram amor eterno.

Um carinho, a sensualidade de um beijo

e tudo tem a cor da felicidade,

como pode um amor assim

ser trespassado  

pela dura e cruel realidade

da insanidade do mundo!

 (Maria Flor)

146426188.jpg