Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Entardecer

02.12.17 | Maria Flor | ver comentários (1)
 O sol cai sobre o oceano, o azul se transforma em prata, e um braço de terra se estende mar adentro como que buscando aquele espelho  que resplandece sobre o mar. Se bem observando, três criaturas passeiam na areia deserta, no cair da tarde, que depressa se faz noite! Deixo-vo (...)

Acenda a lareira se tiver frio

05.11.17 | Maria Flor | ver comentários (7)
Mesmo que o dia esteja cinzento, mesmo que a chuva caia, mesmo que haja relâmpangos, mesmo que o vento sopre e a arajem seja fria, e os dias sejam pequenos, ainda assim tire o melhor partido de tudo isto e tenha um excelente  domingo! Saia de casa e vá dançar, ou: Embru (...)

Fios e agulhas

27.09.16 | Maria Flor | ver comentários (12)
Sim, eu sei que o tempo ainda está muito quente mas já me apetece mexer nos fios de lã e nas agulhas, de fazer o gostinho ao dedo e fazer surgir umas costas e uma frente mais umas mangas e uma gola e poder exibir uma bonita peça de tricô que vai aquecer o pequenito no (...)

Sinto-me viva

21.03.16 | Maria Flor | comentar
Vou para a rua, tenho de ir para a rua, sufoco aqui, chove mas não faz mal, vou apanhar com pingos frios na cara, tenho de despertar desta letargia que me invade que me sufoca.   Na rua vejo as pessoas apressadas que correm a fugir da chuva, a fugir para não serem (...)

O dia era de nevoeiro

09.03.16 | Maria Flor | ver comentários (9)
O dia era de nevoeiro, não se via um palmo à frente do nariz. Também estava frio. Enrolada numa manta, assistindo a um daqueles programas que passava na televisão tipo " Júlia Pinheiro ou Cristina Ferreira", enchera uma chávena de chá que lentamente fumegava em cima (...)