Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Penas!!!

14.11.18 | Maria Flor

Não apenas porque achei que daria uma belísima foto, mas também porque me levou a encontrar este lindíssimo poema de Amália Rodrigues. A nossa eterna rainha do Fado!

penas 1.jpg

Penas

Como disserem das minhas,
As penas das avezinhas,
De leves levam ao ar!
As minhas pesam-me tanto,

 

Que às vezes, já nem o pranto
Lhes alivia o pesar!

Os passarinhos têm penas,
Que as lindas tardes amenas
Os levam por esses montes!
De colina em colina,
Ou pela extensa campina
A descobrir horizontes!

São bem felizes as aves
Como são leves, suaves,
As penas que Deus lhes deu!
As minhas pesam-me tanto,
Ai, se tu soubesses quanto,
Sabe Deus e sei-o eu!

(Amália Rodrigues)

 
 

1 comentário

Comentar post