Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

O canto dos grilos

É o princípio da noite, ouço os grilos, eles me fazem lembrar passagens da minha infância, quando brincava na rua e o seu canto entoava na noite morna de outono, como uma melodia que chegava aos meus ouvidos e me paralizava os movimentos. Eram muitos, chegavam sons de vários lados e eu ficava ali encantada a ouvir aquela música até que alguém me chamava para jantar. Mais tarde soube que os grilos cantavam para atrair as fêmeas, tal como um rapaz cantava à janela, uma serenata a uma  moça para a namorar. Noutra altura do ano eram os pirilampos que me encantavam, serpenteando a noite com as suas luzinhas quando em noite de luar a familia se reunia sentada numa eira em volta do milho por desfolhar... os sons e os cheiros da minha infânca permanecem bem guardados, num local especial da minha memória e se revelam com presença de simples coisas como o cantar de um grilo!

O canto dos grilos.jpg

 

 

5 comentários

Comentar post