Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Limpeza de jardins

Nesta altura do ano é uma tarefa frequente quase quotidiana ver-se os jardineiros e pessoas em geral na azáfama de limpar os jardins, de podar árvores de fruto e sombra, de aparar arbustos, limpar canteiros, aparar relvas, uma panóplia de tarefas muito própria desta época chamada primavera. Assim sendo, também é muito frequente ver-se junto aos contentores de lixo enormes montes de material orgânico resultante dessas limpezas.

Ora estava eu numa dessas tarefas a cortar um arbusto  que já estava bastante grande ou seja, grande demais para o espaço onde estava plantado, as suas raízes a partir o muro e a levantar o chão. Aquilo não podia continuar, estava a destruir o pátio....

O Homem de moto serra na mão, ditou-lhe a sentença.... o dito cujo quase todo esventrado e esquartejado, braços para um lado, coluna vertebral para o outro, eu a arrastar os ramos e troncos cortados para o sitio onde iriam ser recolhidos ele a negar-se, a dificultar-me o trabalho, quase dizer, - não quero ir para ali, eu insensível a arrastá-lo e, quase como se tivesse sido chamado, aparece  nesse exacto momento o camião que faz essas recolhas. Nem de propósito, levou logo tudo! Ele nem pestanejou...

Fiquei a pensar naquilo... Se há coincidências ou se, há o estar no local certo à hora certa esta foi sem dúvida uma delas!

limpeza de jardim.jpg

(Imagem tirada da net)

 

 

 

1 comentário

Comentar post