Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Quero viver

31.10.18 | Maria Flor | comentar
Como é amarga esta sensação que me arde no peito,como é insuportável este vazio que me invade,como é doloroso este abandono....Quero dormir,e acordar com o sol da vida,com o sussuro do mar,o piar das gaivotas,a luz da lua,a alegria de viver!  

Por detrás de uma mulher forte e independente

30.10.18 | Maria Flor | ver comentários (11)
Li algures esta frase "por detrás de uma mulher forte e independente existe sempre uma menina que caiu e se reerguiu". Esta frase levou-me a meditar sobre ela e me inspirou para esta publicação.As pancadas da vida são duras e difícies de suportar, por vezes nos revolta (...)

A gatinha branca

23.10.18 | Maria Flor | comentar
Ela era linda, branquinha, esguia e rebelde, muito rebelde. Ela trepava tudo, esgueirava-se por todo o lado, saltava os muros, corrria na estrada, seguia qualquer pessoa. Parecia uma daquelas pessoas que espalham alegria à sua volta, sempre alegre e bem disposta, uma vez (...)

Ninho vazio, porquê?

08.09.18 | Maria Flor | ver comentários (1)
ninho Com amor, muito carinho e muita perícia também, eles construiram o ninho, as palhas foram cuidadosamente colocadas para receber os ovos daqueles que viriam a ser os filhotes, mas por que razão o ninho está vazio? Porque razão o ninho não tem vestígios de nova (...)

Os rios não bebem a sua própria água...

07.09.18 | Maria Flor | ver comentários (4)
Quando fazemos parte  da vida de alguém, deixamos sempre uma marca, boa ou má, ou as duas. Se fomos felizes com essa pessoa vamos nos lembrar sempre dos momentos bons, mas se essa pessoa nos magoa, essas mágoas também vão permanecer para sempre, por vezes são capazes (...)

Porquê que há dias que nada me inspira

06.09.18 | Maria Flor | comentar
Há dias em que a minha cabeça parece oca, nada que eu olhe me inspira para coisa nenhuma, fogem-me as idéias, fogem-me as palavras, tudo me soa a vazio e me puxa para baixo. Se o dia está cinzento pior um pouco, olho o horizonte e não vejo nada, gosto das manhãs de (...)

A força dos Afectos

29.08.18 | Maria Flor | ver comentários (2)
A força dos Afectos, um livro apaixonante, um relato vivido e contado com tanta naturalidade como natural são as coisas. Torey, uma professora do ensino especial que com técnicas delicadas e humildes, ao mesmo tempo doces consegue quase o impossivel nas crianças que (...)

O sol hoje não namora

28.08.18 | Maria Flor | comentar
Cinzento está o diachuvisca lá fora,parece que se perde a alegria.O sol hoje não namora,ele se afunda no marporém, não o vejo,não sei onde foi pararaquele que tanto invejo! Uma gaivota sobrevoa,alimento procura,restos de comida talvezque na praia ainda perdura!