Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Inverno

Por detrás da vidraça, vai tecendo malha atrás de malha como se de um rosário se tratasse, com o objetivo de confecionar um xaile para se aquecer neste tempo de inverno. Lá fora formou-se um denso nevoeiro e não deixa a vista alcançar mais do que o espaço até á cerca, a chuva não para de cair, o frio não desaparece. Na lareira da sala crepitam as chamas que transmitem uma reconfortante sensação de calor e bem estar. A noite está a cair, muito cedo é verdade, mas vai ser assim ainda durante o resto do Janeiro e também Fevereiro. Lá diz o ditado " janeiro fora conta uma hora, se bem contar hora e meia há-de achar". O inverno é por si só uma estação desconfortante, longa e fria, conforta-nos a idéia de vestir camisolas quentes e de toque macio, bonitos casacos e boas botas, sentarmo-nos em frente a uma lareira e deitarmo-nos numa cama quente  e dar graças a Deus por tudo isto, ter. Não podemos, porém, de deixar de pensar em quem nada tem, nem um teto sequer. Se todos fizermos um pouco que seja para tornar a vida destas pessoas menos agreste, o pouco de muitos será uma imensa generosidade.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.