Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Ainda falando de "Telemóveis"

20.04.19 | Maria Flor

A minha impressão relativa à música que nos vai representar no Festival da Eurovisão 2019 em Israel. Não compreendo como foi que esta música foi a escolhida pelo público e pelo júri, sinceramente não compreendo! Primeiro, não fui capaz de perceber nada da letra além da palavra "telemóveis" enquanto Conan Osiris cantava. Para perceber a letra e a mensagem que esta podia transmitir tive que recorrer à net e assim tentar encontrar uma mensagem para o mundo, (não encontrei), segundo, a forma como se apresentou em palco, aquelas colheres na cara, aquilo significa o quê?

21372218_dqlzz.jpeg

 

Entendo que se queira algo diferente, sou apologista que se queira marcar a diferença, mas diferente na positiva e não vejo isso nesta música. Posso estar muito enganada e talvez Conan Osiris até venha a conseguir uma boa pontuação, veja-se Salvador Sobral, será que alguma vez alguém teria pensado que ganharia o Festival? mas a música de Salvador Sobral é linda e Salvador a interpretou com uma humildade que cativou o mundo!

Vamos esperar para ver Conan Osiris....

Notre Dame

17.04.19 | Maria Flor

É a notícia e as imagens que preenchem telejornais, jornais e redes sociais. Foi recentemente Moçambique, agora é Notre Dame, o que me impressiona aqui é como se consegue em tão poucas horas milhões e mais milhões para a reconstrução de um monumento e, para a ajuda de tantos seres humanos a sobreviver com o mínimo, é tão dificil de conseguir. Um monumento quase milenário que terá a sua alma, o seu carisma e a sua imponência, que eu ainda não tive a oportunidade de conhecer (com muita pena minha) e, por um qualquer azar foi dizimado pelas chamas, é sem dúvida uma perda irreparável, pois se perdem obras e materiais seculares. A sua reconstrução será concluída não tenho dúvidas para isso existem muitos milhões de euros, meios materiais, tecnológicos e humanos que farão tudo para que a obra fique (quase igual) ao que era.

Agora falamos de Moçambique, uma catástrofe a meu ver muito mais devastadora do que a que nos referimos no parágrafo anterior, no entanto, não surgiu esta onda de grandes donativos nem meios para ajudar este povo que para além de terem perdido tudo ainda se vêem a braços com as epidemias que a própria catástrofe originou. Estamos a falar de seres humanos que vivem com falta de tudo, seres humanos como nós que sentem, sofrem e choram!!!!! Será um monumento por mais valioso e imponente que seja, mais importante que as vidas humanas????

notre-dame1.jpg