Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Mensagem de Natal

22.12.17 | Maria Flor

Ano após ano tudo se repete, as luzes, os concertos, as mensagens, os jantares e almoços, as festas, a correria e azáfama das compras e a procura dos presentes que quase nos põe a cabeça à roda, porque já não sabemos o que oferecer, e não queremos repetir o que demos o ano passado e o ano anterior, depois, coloca-se sempre a questão "mas o que vou oferecer?" eles têm tudo.... depois queremos ser originias nos presentes mas não conseguimos encontrar aquela prenda ideal que sabemos que eles ainda não têm e que vão gostar. Todos os anos é isto. Será isto o Natal? Evidentemente que não, o seu verdadeiro sentido, o que Jesus quis transmitir ao mundo não foi isto, a verdadeira mensagem que Jesus nos deixou não é fácil, ela está tão e somente dentro do coração das pessoas. Sê verdadeiramente amigo do teu amigo e dos outros também, levanta quem cai ao chão sem nada esperares em troca, dá agasalho e comida aos que nada têm e fá-lo com amor e carinho, transmite afetos por onde passares, espalha alegria à tua volta e faz esta quadra ser resplandecente dentro do coração de cada um. Podes crer, os presentes dão satisfação no momento, mas os afetos permanecem e não se esquecem e são eles que nos enriquecem como pessoas! FELIZ NATAL

natale-1024x640.jpg

 

Uma boa iniciativa natalícia

06.12.17 | Maria Flor

Hoje fiquei alegremente surpreendida com a notícia sobre a iniciativa que foi criada para ajudar os bombeiros e preservar a floresta. Sim, uma excelente iniciativa, estão a alugar pinheiros verdadeiros para a árvore de natal, uma vez que estes pinheiros já estavam destinados a ser cortados para organização da floresta. Estes pinheiros são alugados e no fim das época natalícia retomam ao mesmo lugar de onde saíram e serão aproveitados para a produção de biomassa. É chamado o "pinheiro bombeiro". Assim, quem gosta mesmo de ter um pinheiro verdadeiro em casa tem agora uma oportunidade de o possuir sem precisar de ir ao pinhal cortar um pinheiro qualquer como se fazia noutros tempos. Recordo que era isso que eu fazia antes de aparecerem as árvores artificiais, foi muito giro quando comprei a primeira árvore artificial, mas depressa percebi que não é nada a mesma coisa e me cansei dela, uma árvore verdadeira era o que eu gostava, mas por questões ambientais que todos conhecemos nunca mais cortei um pinheiro.

Agora monto a minha árvore de natal artificial, gosto dela pequena, o meu espaço não suporta uma árvore grande, mas mesmo que suportasse, optaria na mesma por uma árvore pequena, é assim que gosto, e a decoro com fitas e bolas, ao lado monto o presépio com as figuras principais, do outro lado uns presentinhos e já está.

A euforia do natal consumista não me diz nada, penso mesmo que o verdadeiro sentido desta quadra se perdeu a favor do comércio do consumo. Tudo está ricamente iluminado, os centros comerciais, as lojas de rua, as ruas e praças e também as nossas casas, mas, estarão também os corações das pessoas iluminados pela bondade, solidariedade e calor humano?

Jesus veio ao mundo dentro de uma cabana, tendo como berço a manjedoura dos animais e o calor dos mesmos não o deixaram arrefecer, é certo, Jesus também recebeu presentes, os reis magos vieram de muito longe para o adorar e lhe ofereceram presentes valiosos. Nós não precisamos de gastar dinheiro algum para presentear aqueles com que cruzamos na rua, por vezes basta uma simples saudação ou uns dedos de conversa para deixar alguém feliz, por vezes basta um telefonema para quebrar a solidão de alguém que durante esse dia ainda não falou com ninguém, por vezes basta oferecer um café a alguém ou um elogio... gestos tão simples podem fazer grandes diferenças e poderão ser presentes valiosos para quem os recebe!

009584c3712e72efdadfb5ab4701951e-754x394.jpg

 

 

 

À noite

05.12.17 | Maria Flor

À noite,

sento-me nas escadas

vazias de passos,

olho o céu cheio de estrelas

e também a lua.

Aquela estrela ali

brilha sempre mais,

o seu brilho é resplandecente

e encandeia;

e falo,

falo com essa estrela,

ela me ouve, me escuta,

tranquiliza as minhas mágoas,

 e no silêncio da noite,

 e na claridade da lua,

vejo o meu ser,

lamento as minhas perdas

e agradeço as dádivas

que a vida me concedeu!

a2861897138_10.jpg

 

 

Entardecer

02.12.17 | Maria Flor

 O sol cai sobre o oceano, o azul se transforma em prata, e um braço de terra se estende mar adentro como que buscando aquele espelho  que resplandece sobre o mar. Se bem observando, três criaturas passeiam na areia deserta, no cair da tarde, que depressa se faz noite!

Deixo-vos esta imagem neste dia frio, mas que por vezes é aquecido pelo sol. Bom fim de semana!

 

 

20171202_162112.jpg

 

O melhor de 2017

02.12.17 | Maria Flor

A equipa sapo lança o desafio " o melhor de 2017", já falamos sobre a melhor paisagem, agora é a vez do melhor livro, envergonhadamente digo que 2017 não foi de todo para mim um ano de leituras. Sendo eu uma pessoa que gosta tanto de ler, o certo é que este ano me dediquei a outras actvidades e as leituras foram ficando para trás, um livro na mesa de cabeceira está sempre, porém, permanece sempre fechado, passa uma noite, passa outra e ele ali está abandonado, de vez em quando é mexido para limpar o pó ou para mudar um pouco a posição, mas permanece fechado.

Envergonhadamente, mostro aqui o livro que hoje mesmo vou abrir e começar a ler!

livro.jpg