Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Curiosidade sobre manjericos e sardinhas

12.06.17 | Maria Flor

De onde vem a tradição dos manjericos e das sardinhas?

sardinhas-e-manjericos-abat-jour1.jpg

"Não se conhece qualquer relação entre Santo António e estes dois símbolos das Festas de Lisboa. Até porque o manjerico e a sardinha são símbolo de todas as festas populares do mês de junho, incluindo São João e São Pedro. A sardinha, peixe que nada nos mares portugueses, tem a partir da primavera a sua época alta. A primavera é também a época associada ao amor e, na tradição popular das festas, era costume os rapazes comprarem um manjerico (também conhecido como a erva dos namorados) num pequeno vaso, para oferecer à sua adorada. O facto de as condições da primavera e do verão serem as ideais para o crescimento dos manjericos ajudou a que a planta se tornasse tão popular nesta altura." 

Esta coriusidade foi objecto de pesquisa Aqui

Letras aventureiras em Follow friday

09.06.17 | Maria Flor

Todos os dias os meus olhos percorrem um ou outro novo blog, há dias encontrei "letras aventureiras" e logo me despertou a atenção. Dois rapazes bastante novos com um gosto especial pela escrita, algo singular não muito comum. Seguindo o caminho de letrasaventureiras deparo-me com textos maravilhosos e belas frases do dia, por isso João Jesus e Luís Jesus são a minha escolha de hoje para o primeiro follow friday de Junho! Espreitem!

image.jpg

 (Imagem obtida da net)

Dia de ir à cereja , Fundão

08.06.17 | Maria Flor

Muitos quilómetros me separam do sítio onde vivo até à zona da cereja. Ainda assim quando me propuseram este passeio e com a opção de poder colher da árvore as cerejas que podia trazer para casa, não hesitei. Aceitei o convite e fiz uma coisa que nunca tinha feito antes, colhi e comi cerejas no cerejal.

DSC08165.JPG

 Filas  e mais filas de cerejeiras compunham aquele cerejal situado no meio do verde, confinando com outros pomares de outras espécies de frutas, algures lá para o Fundão. Lindas são as cerejeiras carregadas de excelentes cerejas. Disseram-nos que deviamos colher as cerejas com o pé senão elas secam e estragam-se mais depressa.

DSC08190.JPG

De seguida fomos à feira da cereja onde, escusado será dizer que em todas as bancadas lindas e grandes cerejas enchiam caixas e mais caixas do apreciado fruto vermelhinho. Acabei por provar um delicioso licor de cereja e comprei uma garrafinha, pois sou doida por licores!

DSC08196.JPG

 

Gato por lebre

07.06.17 | Maria Flor

Era domingo, e como já vinha sendo hábito aos domingos iamos almoçar ao restaurante, tentávamos variar os restaurantes para podermos assim fazer a degustação e comparação entre uns e outros. Neste domingo, vendo a ementa verifiquei que havia coelho à caçadora, como sou uma apreciadora desta carne e da forma como é cozinhada, resolvi pedir esse prato. 

Tudo muito bem, pediu-se um bom vinho tinto para acompanhar, vieram as entradas, pãozinho quentinho e tudo o mais a que havia direito...

Chegados os pratos pedidos, para ele foi outra escolha para mim o referido coelho à caçadora. Preciso dizer que o que mais aprecio no coelho são as patas, as mãos, a cabeça, o pescoço, as costelas e ainda o figado. O que menos aprecio é precisamente o lombo, acho que é uma parte mais seca. Ora bem, olhando para o meu prato, só encontro lombo, nada mais, uns tantos bocados de apenas lombo. Desiludida comento com a pessoa que me acompanha - este coelho era anormal. Comi.

Passado um bocado o dono do restaurante e também cozinheiro, chega-se a nós e pergunta se está tudo bem - não me contive e disse: Sim a comida está saborosa mas diga-me uma coisa - este coelho era anormal? Não sei porquê ele percebeu de imediato a pergunta e responde-me logo; é que eu ontem fiz coelho à caçadora só com as patas e mãos e deixei os lombos para grelhar para hoje, mas hoje acabei por fazer novamente coelho à caçadora e é por isso que só lhe apareceu lombos... uma grande conversa que não engoli. Comi o coelho mas não engoli o raio da desculpa que ele arranjou para justificar o erro de só colocarem pedaços de lombo no meu prato. Cabe então na cabeça de alguém fazer coelho à caçadora só com uma coisa ou só com outra e mais, em minha opinião, se o lombo já se torna seco estufado imaginem grelhado?

Não era gato nem era lebre, era apenas uns bocados de lombo de coelho que a mim me soube ser "gato quando pedi lebre"!

gato-e-lebre2-e1374168591834.jpg

 

 

Junho, mês dos manjericos

03.06.17 | Maria Flor

Há cerca de um ano atrás este post valeu-me um destaque. Que contente fiquei. 

Chegamos mais uma vez ao mês dos manjericos, e lá vou de novo comprar um manjerico num vaso de barro. 

Festas, marchas populares, sardinha assada, sol, dias grandes, cor e alegria, que maravilha de mês!

Cada mês tem as suas caraterísticas próprias, adoro as do mês de Junho!

junho.JPG

 

O melhor que o mundo tem, as Crianças

01.06.17 | Maria Flor

O melhor que o mundo tem são as Crianças!

Elas são a alegria, a inocência, a verdade, a pureza, o movimento, a cor e o riso, elas são a nossa continuação e a continuação de um país. Elas são o futuro.

Por tudo isto, todas as crianças sem excepção, independente de raça, cor ou religião merecem ser tratadas com carinho, amor e respeito.

Hoje, dia mundial da Criança, quero deixar aqui o meu apelo a que ninguém maltrate as Crianças e o meu registo com esta frase:

 

dia da criança.jpg

 

Pág. 2/2