Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Fátima, o Santuário do mundo

Para as pessoas de fé, este é um momento muito alto de sentimento. Aliando o dia em que se comemoram as aparições dos três pastorinhos e a sua canonização, à vinda do Papa Francisco, os olhos este fim de semana vão estar focados em Fátima.

 

DSC07760.JPG

 Oração que o Papa Francisco vai rezar no dia 13 de Maio juntamente com os fiéis!

"Salve Rainha,

bem-aventurada Virgem de Fátima,

Senhora do Coração Imaculado,

qual refúgio e caminho que conduz até Deus!

Peregrino da Luz que das tuas mãos nos vem, dou graças a Deus Pai que,

em todo o tempo e lugar, atua na história humana;

peregrino da Paz que neste lugar anuncias, louvo a Cristo, nossa paz,

e para o mundo peço a concórdia

entre todos os povos;

peregrino da Esperança que o Espírito alenta, quero-me profeta

e mensageiro para a todos lavar os pés,

na mesma mesa que nos une.

 

Salve Mãe de Misericórdia,

Senhora da veste branca! Neste lugar onde há cem anos

a todos mostraste

os desígnios da misericórdia do nosso Deus, olho a tua veste de luz

e, como bispo vestido de branco,

lembro todos os que, vestidos da alvura batismal,

querem viver em Deus

e rezam os mistérios de Cristo

para alcançar a paz.

 

Salve, vida e doçura,

Salve, esperança nossa,

ó Virgem Peregrina, ó Rainha Universal!

No mais íntimo do teu ser, no teu Imaculado Coração, vê as alegrias do ser humano

quando peregrina para a Pátria Celeste.

No mais íntimo do teu ser, no teu Imaculado Coração,

vê as dores da família humana

que geme e chora neste vale de lágrimas.

No mais íntimo do teu ser, no teu Imaculado Coração,

adorna-nos do fulgor de todas as joias da tua coroa

e faz-nos peregrinos como peregrina foste Tu. Com o teu sorriso virginal

robustece a alegria da Igreja de Cristo.

Com o teu olhar de doçura

fortalece a esperança dos filhos de Deus.

Com as mãos orantes que elevas ao Senhor

a todos une numa só família humana.

 

Ó clemente, ó piedosa,

ó doce Virgem Maria,

Rainha do Rosário de Fátima!

Faz-nos seguir o exemplo dos Bem-aventurados Francisco e Jacinta,

e de todos os que se entregam

à mensagem do Evangelho.

Percorreremos, assim, todas as rotas,

seremos peregrinos de todos os caminhos, derrubaremos todos os muros

e venceremos todas as fronteiras,

saindo em direção a todas as periferias, aí revelando a justiça e a paz de Deus. Seremos, na alegria do Evangelho,

a Igreja vestida de branco,

da alvura branqueada no sangue do Cordeiro derramado ainda em todas as guerras

que destroem o mundo em que vivemos.

 

E assim seremos, como Tu,

imagem da coluna luminosa

que alumia os caminhos do mundo, a todos mostrando que Deus existe, que Deus está,

que Deus habita no meio do seu povo, ontem, hoje e por toda a eternidade.

 

(juntamente com os fiéis)

Salve, Mãe do Senhor,

Virgem Maria, Rainha do Rosário de Fátima! Bendita entre todas as mulheres,

és a imagem da Igreja vestida da luz pascal, és a honra do nosso povo,

és o triunfo sobre a marca do mal.

Profecia do Amor misericordioso do Pai,

Mestra do Anúncio da Boa-Nova do Filho,

Sinal do Fogo ardente do Espírito Santo,

ensina-nos, neste vale de alegrias e dores, as verdades eternas

que o Pai revela aos pequeninos.

 

Mostra-nos a força do teu manto protetor. No teu Imaculado Coração,

sê o refúgio dos pecadores

e o caminho que conduz até Deus.

Unido aos meus irmãos,

na Fé, na Esperança e no Amor, a Ti me entrego.

Unido aos meus irmãos, por Ti, a Deus me consagro,

ó Virgem do Rosário de Fátima.

E, enfim, envolvido na Luz que das tuas mãos nos vem, darei glória ao Senhor

pelos séculos dos séculos.

 Amen."

És um mar imenso, por vezes rebelde

És um mar imenso, 

Diferente todos os dias

Nada há igual às tuas cores,

Testemunhas alegrias

E também tristezas,

És um território de profundas dores;

 

És um mar belo, por vezes rebelde,

Que guardas nas tuas entranhas,

O fruto denso e cruel,

de irreflectidas façanhas;

 

És o confidente

De muitas paixões

Escutas também

Um mundo de desilusões;

 

Os olhares pairam sobre ti,

Estendem-se até ao horizonte,

Sonham e sorriem,

Como a brisa no monte!

20161116_104919.jpg

 

 

 

 

 

 

 

Pág. 3/3