Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

Escutem, sou eu a "Terra" que vos fala

Mais uma vez a natureza traíu os habitantes da terra, mais uma vez as profundezas da terra se sacudiram e disseram aos humanos - estou aqui, vejam, estou aqui e vocês por mais inteligentes que sejam nada podem contra a minha fúria. Posso derrubar, posso sacudir, posso abrir covas profundas, posso enterrar-vos vivos, e vocês o que podem fazer contra mim? nada.... Vocês habitam a minha crosta porque eu a vos empresto, não seria pedir muito que ao menos a respeitassem, que conservassem melhor o ar que as árvores que crescem sobre mim, purifica para vosso bem, já pensaram nisso? As árvores bebem a humidade que percorre as minhas entranhas para crescerem e se mantrem verdes para vos proporcionar sombra e ar puro.... às vezes irrito-mo convosco, percebem, e quando me sinto irritada, estremeço, tenho que sacudir a poeira e, quando o faço são vocês que pagam a fatura. Pensem mais um pouco em mim por favor, respeitem-me mais, é só o que vos peço!

9per_rossiya_18.JPG

 

Não queria provocar esta dor tão grande num país tão bonito como é Itália, não queria provocar dor em país nenhum.... mas vocês irritam-me tanto com as vossas atitudes e comportamentos que não aguento, vejam agora também os incêndios - porque queimam as árvores que eu com tanto carinho ajudo a crescer durante largos anos para depois em poucos momentos ficarem reduzidas a cinzas - eu não vos compreendo!!!! Repito, não consigo compreender-vos, vocês precisam tanto de mim!