Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

13
Out16

Sou apenas uma folha de outono

Maria Flor

Hoje, apenas sou uma folha de outono,

Já fui pequenina, já fui jovem,

Verde e viçosa

a vida transbordava da minha seiva,

abriguei na minha sombra

tantos que nem conseguia contar

Porém, agora

que a frescura e vitalidade

me abandonam, 

que me desprendo da veia que me alimenta,

que involuntáriamente caí ao chão

que ninguém precisa de mim,

estou esquecida, amarelada

no chão caída,

à espera

que o vento me leve para longe

dos olhares piedosos,

que a água da chuva me arraste

e me transforme,

porque, hoje apenas sou uma folha de outono!

(Maria Flor)

folha de outono.jpg

 

1 comentário

Comentar post