Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

06
Jan17

Situações mal esclarecidas

Maria Flor

O carro deslizava pelo asfalto sob uma condução assertiva e prudente feita por ele, ela sentara-se no lugar do pendura e ia observando a paisagem, os campos verdes e os agricultores que nesta altura já fazem as podas das videiras e das árvores, também ia lendo as placas que indicavam o nome das povoações por onde iam passando. Em certo momento ambos leram uma placa e comentam o que se encontra escrito, ele diz que leu uma coisa e ela diz que leu outra, inicia-se aqui uma discussão e uma teimosia, cada um a defender a sua razão. Ele não vai de meias medidas, dá a volta ao carro e volta para trás para resolver de uma vez aquela questão que já estava a incendiar cabeças, ele defendia a sua posição com unhas e dentes e ela estava convencida que o lera era o correcto. Quando chegaram de novo ao local, ambos olharam para a placa, ela ficou muda, nem conseguiu dizer uma palavra, ele tinha razão. Mais uma vez ela se recriminou por defender com tanta convição uma causa da qual não estava totalmente segura. Se ele não tem voltado para trás ficava aqui uma situação mal esclarecida entre os dois que durante o resto da viagem poderia trazer azedume mal controlado. Por vezes coisas que não possuem qualquer importância se mal esclarecidas, assumem tão elevado valor e são motivo para gerar grandes discussões e desentendimentos.

Ele tomou a decisão certa ao voltar para trás e tudo ficou bem entre eles.

 

duplo-caminho.jpg

(Imagem tirada da net)

Por vezes é preciso retroceder no caminho e se for preciso, mudar de caminho, para que se possa percorrer o caminho certo!

 

1 comentário

Comentar post