Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

21
Jul17

Segunda oportunidade

Maria Flor

O sol já declinava quando Maria se sentou naquele sítio da casa só seu. Ali, em frente à janela Maria gostava de tomar as refeições que tantas vezes o fazia sozinha. Enquanto fazia a sua refeição ia observando o que se passava na rua, não por coscuvilhice como muitos podem pensar, mas sim, porque assim se sentia mais acompanhada e porque gostava de ver as pessoas. Hoje, porém, o seu olhar detinha-se na planta que estava no vaso, havia alguns dias que ao dar a volta ao cesto das batatas encontrou uma batata doce cheia de grelos, o seu primeiro impulso foi deitá-la fora, mas reconsiderou.

- Porque não colocá-la num vaso com água a ver o que acontece. Se assim pensou melhor o fez, havia ali debaixo do lava louça um vaso arrumado há tanto tempo sem qualquer uso, foi buscá-lo e pronto, água e batata doce com os grelos voltados para cima dentro do vaso.

Passados dois dias já os grelos estavam a germinar pequeninas folhas que de dia para dia se viam crescer, em poucos dias de pôs o vaso lindo que podem observar  na foto.

Estava portanto Maria a tomar o seu lanche e a observar as folhas que se abriam frescas e viçosas ali mesmo debaixo do seu nariz, ia comparando esta planta com as meninas quando entram na adolescência, que também elas se desabrocham de dia para dia  e rapidamente se tornam mulheres. Elas são como esta planta, de um momento para o outro deixam de ser as lindas criancinhas para se tornarem em lindas jovens mulheres. Tudo nelas explode de frescura e beleza.

Uma batata esquecida no cesto com o destino quase traçado tornou-se numa belíssima planta que agora transmite alegria a quem a olha. Foi apenas necessário dar-lhe uma segunda oportunidade. Quantas vezes durante a nossa vida recusamos por orgulho ou por outra razão qualquer, dar uma segunda oportunidade a pessoas ou a coisas e, com essa atitude estragamos momentos que poderiam dar felicidade tanto a nós como aos outros. 

O exemplo desta batata que tinha como destino o caixote do lixo tornou-se na mais bela planta apenas porque Maria lhe deu uma segunda oportunidade!

20170717_205417.jpg

1 comentário

Comentar post