Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

29
Dez16

As prendas de natal

Maria Flor

Quando era uma garota, na casa dos meus pais não era habitual a distribuição de prendas, nem no natal nem nos aniversários, a minha mãe preparava uma refeição diferente e melhorada e fazia uma sobremesa doce, isto era o suficiente para celebrar as datas. Hoje, preparam-se uma quantidade exagerada de pratos e sobremesas nas quais por vezes ninguém toca, dão-se prendas que as pessoas são obrigadas a ir trocá-las nos dias seguintes porque ou não servem, não gostam, ou não fazem o seu género. 

Com o passar do tempo, a compra de prendas tornou-se para mim algo de preocupação porque já não sei o que comprar, o que oferecer mesmo aos mais pequenos. Numa época em que as pessoas já têm tudo e que compram em qualquer altura aquilo que precisam ou gostam de ter, o fator surpresa de uma prenda deixou de ter aquela magia que se sentia quando não havia tanta facilidade de adquirir os produtos como agora.

Continuo a dar prendas no natal e nos aniversários, mas as pessoas mais chegadas a quem são destinadas escolhem a prenda antes de eu a comprar, para não correr o risco de não se gostar ou de não servir, não existe o fator surpresa mas que importa, o importante é a intenção e o carinho que se põe em cada gesto dirigido às pessoas!

850_400_prendas-natal-mulheres.jpg

 

 

 

1 comentário

Comentar post