Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

05
Dez17

À noite

Maria Flor

À noite,

sento-me nas escadas

vazias de passos,

olho o céu cheio de estrelas

e também a lua.

Aquela estrela ali

brilha sempre mais,

o seu brilho é resplandecente

e encandeia;

e falo,

falo com essa estrela,

ela me ouve, me escuta,

tranquiliza as minhas mágoas,

 e no silêncio da noite,

 e na claridade da lua,

vejo o meu ser,

lamento as minhas perdas

e agradeço as dádivas

que a vida me concedeu!

a2861897138_10.jpg