Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

31
Mai17

Esta coisa da intuição....

Maria Flor

Ontem enquanto escrevia este post que me deu um tão esperado destaque da equipa sapo, pensava, se calhar esta publicação vai me dar o destaque que há muito tempo não tenho. Algo cá dentro de mim me dizia alguma coisa e pensava no destaque, sim, porque já passou muito tempo sem ver alguma coisa minha nos destaques, mas também é verdade que tenho andado um bocado afastada e aquilo que tenho publicado não tem sido conteúdo de grande relevância, reconheço isso. Ao esvrever a "paixao por antiguidades" senti a intuíção de que iria ser agraciada pela equipa. Às vezes a intuíção leva-nos a mergulhar mais profundamente naquilo que queremos obter. Obrigada à Equipa que me deu o destaque!

obrigada.jpg

 

30
Mai17

Paixão por antiguidades

Maria Flor

Se temos a mania de guardar coisas? sim, temos. Mesmo quando essas coisas já parecem tão velhas e que sabes que nem tu nem mais ninguém as vai usar, ainda assim guardas essas coisas, porquê? Será que no fundo do teu intímo mesmo sem saberes está guardada ainda uma utilização para essa peça? Pois, são algumas perguntas dificies de responder eu sei.

Cansada de olhar para o minúsculo relógio que guarnecia o meu pulso, cansada de olhar para ele e não conseguir ver as horas porque, enfim a vista já não está tão boa como antes, me veio à memória um relógio que há séculos estava adormecido numa caixa sem qualquer préstimo.

Porque não lhe dar vida outra vez? é uma antiguidade, e as antiguidades até estão na moda!

Pego no relógio e o levo ao relojoeiro para saber se o podia pôr a funcionar, ele até me soube dizer em que década foi fabricado, sim, eu sabia que o relógio tinha milhentos anos, ele não me deu nenhuma novidade.

Deu-me um orçamento que aceitei, mandei arranjar, comprei uma bracelete nova e eis o resultado, um relógio todo catita, diferente dos que toda a gente usa, com traços grandes, bons para os meus olhos. Tens que lhe dar corda todos os dias, senão ele não trabalha, dizes-me tu, concordo, mas também te digo que até é engraçado, pois o primeiro relógio que tive também tinha que lhe dar corda. É uma forma de recordar outros tempos, antes de o mundo ter sido invadido pela tecnologia!

20170529_191846.jpg

 

26
Mai17

Dia da Espiga 2017

Maria Flor

O dia amanhecera soalheiro, com uma temperatura muito agradável, calorzinho de verão. Munidos de chapéu de sol na cabeça, óculos de sol, roupa prática e tênis, ela e as crianças saíram de casa em direcção aos campos a fim de reunir os componentes principais para fazer um lindo ramo de espiga que habitualmente se faz neste dia de quinta feira da Ascenção, que no concelho onde vivo é feriado municipal. Comemora-se o dia da Ascenção de Jesus ao Céu, por isso é chamado de quinta feira da Ascenção, também porque acontece sempre à quinta feira.

Assim, apanharam e compuzeram o ramo da espiga com:

  • espiga de trigo; para que haja abundância de pão ao longo do ano.
  • ramo de oliveira; para que haja paz e que não falte o azeite.
  • malmequer; alegria, ouro e prata.
  • papoila; amor e vida
  • alecrim; saúde e força
  • folha de videira; para que não falte o vinho.

20170525_205507.jpg

Terminado o passeio ao campo, cansados e suados, regrssaram a casa, felizes por mais uma vez poderem substituir o ramo de espiga seco que se mantinha em casa pelo novo e fresquinho.

Guardaram esta imajem para mais tarde recordar!

 

 «A origem festiva do Dia da Espiga, coincidente com a Quinta-Feira da Ascensão, é muito anterior à era cristã. Na verdade, este dia é um sucessor de rituais pagãos nos quais se celebrava a primavera e se consagrava a natureza que, após os meses frios, trazia a promessa e a esperança de novas colheitas.»

19
Mai17

Follow friday com Sónia G.

Maria Flor

Na consequência de andar muito porta fora encontrei este blog andarporfora, aliás já sigo este blog à muito tempo e também a Sónia me segue. Obrigada Sónia pela selecção de poesia que fazes e que eu muito aprecio, por isso és o meu destaque em Follow friday desta semana, uma semana especial para as pessoas de todas as partes do mundo  que acreditaram e acreditam no milagre de Fátima.

porta-aberta-300x400.jpg

 

(imagem da net)

 

18
Mai17

Grutas de Santo António

Maria Flor

Há poucos dias, juntamente com umas amigas resolvemos dar um passeio pela zona de Fátima, decidimos ir visitar as Grutas de Santo António. Todas já as tinhamos visitado há muitos, mesmo muitos anos pelo que ficamos contentíssimas por revê-las. Deixo-vos aqui um pouco da sua história que obtive através duma breve pesquisa e também algumas imagens que obtive através do meu equipamento fotográfico.

"Próximas, quer em termos geográficos, quer em termos naturais das Grutas de Alvados, as Grutas de Santo António foram mais uma descoberta da beleza natural e tão característica do PNSAC.

As Grutas de Santo António foram descobertas, ocasionalmente, em 2 de junho de 1955 por dois homens que trabalhavam perto da Pedra do Altar.

DSC07801.JPG

A água, no decorrer do seu ciclo, absorve grandes quantidades de dióxido de carbono quando atravessa a atmosfera e se condensa para, posteriormente, se precipitar novamente sobre a terra em forma de chuva.

Nas zonas calcárias, quando chove, estas águas espalham-se no solo em todas as direções, ao sabor dos declives, e escoam pelas fendas, aumentando-as, quer pela erosão mecânica natural, quer pela reação química causada pela presença de dióxido de carbono.

No seu processo de infiltração, estas águas ao atingirem as amplas cavidades anteriormente formadas (grutas), geram pequenas gotas que caem dos tetos, criando nesse processo todo o tipo de formações.

Uma parte destas águas vai, naturalmente, sofrendo o fenómeno da vaporação, diminuindo assim, substancialmente a quantidade de dióxido de carbono que nela existia inicialmente. Esta operação origina a formação de carbonato de cálcio que, sendo insolúvel, fica suspenso dos tetos sob formas sólidas coniformes, pelas quais vão "crescendo" lentamente – estalactites.

DSC07795.JPG

 

No entanto, se as gotas, devido a uma permeabilização mais intensa, se desprendem mais rapidamente e de uma forma regular dos tetos, o fenómeno químico concretiza-se, fazendo com que as formações cresçam a partir do chão sendo conhecidas por estalagmites.

Quando se dá a união das formações, criam-se colunas únicas e de beleza rara."

Texto retirado daqui daqui 

17
Mai17

Paisagens lindas do nosso país

Maria Flor

Situada no concelho de Mafra encontra-se a serra do socorro onde podemos admirar, construída no seu ermo a bonita e muito antiga ermida da senhora do Socorro. A partir daí  podemos admirar uma paisagem lindíssima dominada por um vasto valor patrimonial natural e cultural onde a ruralidade é muito acentuada, e também poderá contemplar a Rota Histórica das Linhas de Torres Vedras, que pertencia à 1ª Linha de defesa do sistema defensivo contra as invasões francesas e era constituído pelos fortes de Catefica, da Feiteira e Archeira.

 

socorro 2.jpg

 "Estes dois últimos fortes inserem-se na Área de Paisagem Protegida das Serras do Socorro e Archeira, onde se verifica a presença de elementos com valor patrimonial em termos naturais, históricos, culturais e paisagísticos. O interesse e beleza das Linhas assentam na natureza e nas deslumbrantes paisagens verdejantes que envolvem o olhar e transmitem uma aconchegante tranquilidade. Lá ao longe, avista-se no topo da Serra do Socorro a Ermida de Nossa Senhora do Socorro de onde se desfruta de uma admirável vista panorâmica."

socorro.jpg

 

14
Mai17

Um dia para a história de Portugal

Maria Flor

Parabéns Salvador Sobral. Pela primeira vez Portugal conseguiu ser o vencedor do Festival da Eurovisão.

ng8519296.JPG

 Confesso que para mim foi uma verdadeira surpresa, de tão habituada estar a que as nossas músicas ficarem tão mal classificadas nos festivais.

Ontem, dia 13 de Maio foi um dia memorável para a nossa história: 

O Papa Francisco em Portugal;

O Benfica obteve o título de Tetracampião pela primeira vez;

Salvador Sobral torna-se o primeiro vencedor português do festival da eurovisão

Ontem Fez-se história!

Só me resta estar orgulhosa do nosso país e dos portugueses!

 

Pág. 1/2