Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

12
Jul14

A senhora está linda

Maria Flor

"Que bela que a senhora está!", "mas que bela que está", não me canso de lhe repetir... de fato a senhora está muito bonita. Os oitenta e tantos anos que conta não impede que todos os dias saiba escolher a roupa, sapatos e mala que vai usar nesse dia. De calça branca, túnica em fantasia nos tons lilás e branco, sapatos brancos, anel, pulseira e relógio, tudo a condizer.... assim, sai a senhora de oitenta e tal anos para a rua, para os seus passeios e conversa com as amigas. O céu está azul, o sol brilha e a temperatura está convidativa. Porque todas as idades têm a sua beleza, e todas as pessoas merecem elogios, seja porque se apresentam bonitas, ou porque têm uma atitude simpática, ou fazem algo bom, ou simplesmente vivem com um sorriso nos lábios que vão distribuindo por aqueles com que se cruzam durante o dia. Elogiar alguém não custa nada e pode fazer toda a diferença num dia de uma pessoa...

12
Jul14

Escrever, é enfeitar a vida

Maria Flor

Nã resisti a partilhar ese texto (lindo)

 

"Escrever, é enfeitar a vida

Escrever, é como voar sem asas! É guardar folhas verdes para que mudem de cor, de tom. É juntar letras e laçar palavras, passar mel e colar em Almas! Escrever, é enfeitar a vida, é dar forma no sentir, é apalpar as emoções, tactear as lágrimas, sentir o riso! Escrever, é soltar balões, é deitar-se no chão, perfumar-se de estrelas, enfeitar-se de Lua, colorir-se com raios de Sol! Escrever, é parir sem dor, é cura pela palavra, é medicina de Alma! Escrever, é sair da caverna, é abrir o peito, é tirar o véu, é saber-se Céu, é esvaziar-se do nada, é preencher-se de Infinito!"

(Rose Ponce)