Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Abrigo das letras

Abrigo das letras

01
Dez16

1 de Dezembro de 1640

Maria Flor

O que o nosso país é hoje é consequência de uma história susseciva com muitos séculos de existência. Ler e reler algumas passagens dessa mesma história é um prazer para os amantes da história portuguesa. Por vezes esquecemo-nos que não se viveu sempre assim, existem enúmeros marcos históricos por todo o país que a todo o momento nos faz saber um pouco como se viveu em outras épocas. Numa breve pesquisa encontrei este pequeno texto escrito em linguagem simples que elucida um pouco o dia que se comemora hoje. 

"A morte de D. Sebastião, em Alcácer Quibir, sem deixar descendência e outras motivos de natureza vária que não cabem neste pequeno resumo, concorreram para a perda da Independência de Portugal. Sem um sucessor directo, a coroa passou para Filipe II de Espanha. Este, aquando da tomada de posse, nas cortes de Leiria, em 1580, prometeu zelar pelos interesses do País, respeitando as leis, os usos e os costumes nacionais. Com o passar do tempo, essas promessas foram sendo desrespeitadas, os cidadãos nacionais foram perdendo privilégios e passaram a uma situação de subalternidade em relação a Espanha. Esta situação leva a que se organize um movimento conspirador para a recuperação da independência, onde estão presentes elementos do clero e da nobreza. A 1 de Dezembro de 1640, um grupo de 40 fidalgos introduz-se no Paço da Ribeira, onde reside a Duquesa de Mântua, representante da coroa espanhola, mata o seu secretário Miguel de Vasconcelos e vem à janela proclamar D. João, Duque de Bragança, rei de Portugal. Termina, assim, 60 anos de domínio espanhol sobre Portugal. A revolução de Lisboa foi recebida com júbilo em todo o País. Restava, agora, defender as fronteiras de Portugal de uma provável retaliação espanhola. Para o efeito, foram mandados alistar todos os homens dos 16 aos 60 anos e fundidas novas peças de artilharia." Este pequeno texto pode ser lido na integra Aqui

 

 

Joao_IV_proclaimed_king.jpg

 Coroação de D. João V

(imagem tirada da net)

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

1 comentário

Comentar post